Publicidade

Links anúncios:
Cartões Postais Virtuais
Agora você já pode enviar cartões postais virtuais!
Publicidade



R E D E S    S O C I A I S



Rating for vejaaqui.com

Vejaaqui.com - Aqui a cidadania tem lugar!

Reeleita, Dilma destaca união e reforma política em primeiro discurso

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

Última atualização em Seg, 27 de Outubro de 2014 09:24 Escrito por bew Seg, 27 de Outubro de 2014 09:20

  reeleicao Dilma_2014

Presidente reeleita Dilma Roussef disse que fará uma reforma política com a realização de um plebiscito- Foto:Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A presidenta reeleita Dilma Rousseff falou em união e reformas em seu primeiro discurso após o resultado das urnas. Em Brasília, Dilma negou que o país esteja dividido e pediu paz entre todos. "Conclamo, sem exceção, todas as brasileiras e brasileiros a nos unirmos em favor de nossa pátria, de nosso país, do nosso povo. Não creio que essas eleições tenham dividido o país. Entendo que elas tenham mobilizado ideias e emoções, às vezes contraditórias, mas movidas por um sentimento comum: a busca por um futuro melhor para o Brasil", disse.

A presidenta disse também que entendeu o recado das urnas sobre a necessidade de mudanças. "O caminho é muito claro. Algumas palavras e temas dominaram essa campanha. A palavra mais repetida, mais falada, foi mudança. O tema mais amplamente convocado foi reforma. Sei que estou sendo reconduzida para ser a presidenta que irá fazer as grandes mudanças que a sociedade precisa", disse.

Segundo a presidenta, a primeira reforma que ela buscará será a política. Dilma disse que vai procurar o Congresso Nacional para conversar, assim como movimentos da sociedade civil. Ela voltou a insistir na necessidade de um plebiscito para "dar força e legitimar" a reforma.

"Entre as reformas, a primeira e mais importante deve ser a reforma política. Deflagrar essa reforma, que é de responsabilidade do Congresso, deve mobilizar a sociedade por meio de um plebiscito, de uma consulta popular. Somente com um plebiscito nós vamos encontrar a força e a legitimidade para levar adiante este tema. Quero discutir isso com o novo Congresso eleito. Quero discutir igualmente com os movimentos sociais e as forças da sociedade civil."

Em seguida, Dilma voltou a prometer empenho no combate à corrupção. “Terei um compromisso rigoroso com o combate à corrupção, fortalecendo os mecanismos de controle e propondo mudanças na legislação para acabar com a impunidade, que é a protetora da corrupção”, disse Dilma.

Na área econômica, a presidenta disse que vai promover “com urgência” ações localizadas na economia para a recuperação do ritmo de crescimento com a manutenção de empregos e da renda dos trabalhadores. O combate à inflação também será uma prioridade, segundo ela. “Vou estimular, o mais rápido possível, o diálogo e a parceria com todos os setores produtivos do país”, disse. Por fim, Dilma disse que hoje está “muito mais forte, mais serena e mais madura” para a tarefa que lhe foi delegada.

Fonte: Site AGÊNCIA BRASIL em 26/10/2014

AddThis Social Bookmark Button
 

Link - Divulgação oficial dos resultados do 2o.turno

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

Escrito por bew Dom, 26 de Outubro de 2014 15:57

 

Acesse o site oficial para divulgação dos resultados do 2o.turno

http://divulga.tse.jus.br/oficial/index.html

 

Acompanhe os resultados das Eleições 2014 pelo seu celular, baixe o sistema Divulga de acordo com a tecnologia do seu aparelho:

Divulga para iOS
Divulga para Android

AddThis Social Bookmark Button
 

Sem brigas: Agora é a vez de Dilmécio

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

Última atualização em Dom, 26 de Outubro de 2014 16:07 Escrito por bew Qua, 22 de Outubro de 2014 11:23

videos-ver
AddThis Social Bookmark Button
   

A verdade sobre os debates na TV

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

Escrito por bew Qua, 15 de Outubro de 2014 09:17

debate

(*)

Os organizadores dos debates sempre dizem que querem que os debates nas Tvs proporcionem aos telespectadores a apresentação das propostas políticas dos candidatos, no entanto a própria forma dos debates e o próprio nome indica confronto de idéias, propostas e acusações mútuas.

Hoje existem formas de controlar as pautas de formas mais objetivas e diretas, por exemplo:

"Candidato X faça uma pergunta ao Candidato Y sobre o que fará na questão da Educação e quais serão as formas que utilizará para viabilizar seu projeto?"

"Candidato Y faça uma pergunta ao Candidato X sobre o que pensa em relação a dívida interna do país e quais os meios se valerá para resolver ou tratar esta questão?"

De forma que qualquer citação tipo: "seu governo", "seu antecessor", o fulano de tal disse que disse... haveria  um alerta sonoro, alertando que  isto não faz parte da pergunta!...

Pelo amor de Deus, nós telespectadores não somos trouxas, temos acesso a internet e sabemos que não estamos diante de "Santos e pecadores", de "bem e mal" estamos diantes de candidatos que devem apresentar seus projetos para resolverem os principais dramas do país. Mas também as TVs que organizam os debates são como pessoas que instigam os candidatos num molde de "debate" que apenas coloca um "cão" ao lado do "outro" e dizem aos mesmos para se comportarem bem diante de assuntos polêmicos, pessoais, da situação ou da oposição que apenas jogam lenha na fogueira e insinuam que já antes do debate começar que esperam um acirramento durante o decorrer do debate.

Na minha humilde opinião os modelos dos debates televisivos atuais são um verdadeiro desserviço a nação brasileira pois são mais  "latidos" que uma fonte de esclarecimento aos eleitores.

 

Clárison Avelar - editor vejaaqui.com

(*) imagem arquivo - apenas ilustrativo

 

AddThis Social Bookmark Button
 

Resultado da eleição para governador em Minas é uma resposta ao Brasil

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

Última atualização em Qui, 09 de Outubro de 2014 07:56 Escrito por bew Qua, 08 de Outubro de 2014 11:22

O povo mineiro em sua maioria deu uma resposta ao Brasil do que pensa em relação a administração "psdebista".

Realmente não temos o melhor modelo e por isso em nossa maioria resolvemos mudar para outra forma de gestão dos recursos.

- editor vejaaqui.com - Clárison Avelar

(*)imagem

           eleicoesMG2014

 

*Fonte: Divulga aplicativo para android (TSE)

AddThis Social Bookmark Button
   

Pagina 1 de 27